E-mail marketing – Um guia básico

24 01 2009

Hoje vou falar de um meio odiado por muitos, mas que, se usado corretamente e com consciência, pode ser uma forma eficiente e barata para comunicar e fidelizar os seus clientes. O e-mail marketing pode ser utilizado para divulgar ofertas e lançamentos de produtos e serviços, para envio de notícias e comunicados, relacionamento com investidores e também para fazer o tão criticado spam, que se caracteriza pelo envio em massa de mensagem eletrônica não autorizada, contendo normalmente publicidade de caráter apelativo.

Para você acertar no envio da sua comunicação por e-mail, escrevo abaixo um guia básico do assunto.

Como começo?

Para utilizar o e-mail marketing de forma correta e sem que se caracterize como spam, o primeiro passo deve ser criar previamente uma base de endereços eletrônicos. Você pode fazer isso entrando em contato direto com seus clientes e pedindo autorização para incluí-los em sua base ou disponibilizando um formulário para preenchimento dos interessados no site da sua empresa.

Também é importante você classificar os seus contatos, filtrando-os por idade, sexo, interesses (preenchidos previamente no formulário), ou qualquer outro filtro que achar relevante, de acordo com a área de atuação da sua empresa. Assim, fica muito mais fácil atingir o público certo, com um custo menor.

Por exemplo, não adianta você enviar um e-mail marketing oferecendo equipamentos odontológicos para pessoas que não sejam dentistas, ou livros jurídicos para pessoas que não sejam advogados ou estudantes de direito. Da mesma forma, nunca compre aqueles CDs prometendo milhões de endereços de e-mail, pois você estará dando tiros no escuro. Vai enviar uma mensagem para milhões de pessoas que não vão querer comprar o que você está oferecendo.

Montei minha base de e-mails. E agora?

Agora, entra um processo importantíssimo para o sucesso da sua campanha: a criação do e-mail marketing. Você mesmo pode criá-lo, mas eu recomendo que contrate um profissional ou empresa especializada que tenham experiência e know-how para pensar em uma abordagem inteligente, criativa e com um objetivo claro e tangível.
A pessoa deve abrir o e-mail e se encantar com a sua oferta. Também deve ser motivada a pedir mais informações sobre o seu produto/serviço ou a entrar diretamente no site e adquiri-lo. No caso de um e-mail informativo ou com notícias, o conteúdo escrito também é importantíssimo, para gerar interesse nos assuntos ali abordados.

Outros detalhes imprescindíveis são:

• o título do e-mail marketing deve ser adequado e atrativo;
• possuir link para que a pessoa possa visualizar o seu e-mail marketing na internet (alguns servidores de e-mail não suportam html);
• possuir um link de optout (opção de descadastramento);
• colocar e-mail de resposta válido (se você envia o e-mail deve possibilitar que a pessoa responda este e-mail).

O envio

De nada adianta você ter uma boa base de e-mails e um layout maravilhoso, se não possuir um sistema adequado de envio, que utilize aquelas informações que você cadastrou previamente (idade, sexo, interesses) para filtrar o envio para as pessoas certas e que, após o envio do e-mail, mostre estatísticas detalhadas de quantas pessoas abriram a mensagem. Quem clicou nos links, em qual link clicou, quantas pessoas encaminharam o seu e-mail, quantos e-mails voltaram… Enfim, as possibilidades são muitas.

Softwares de uso pessoal, como Outlook Express, Eudora, entre outros, não são adequados para o envio de e-mail marketing. Para isso, recomendo um software profissional, como o AKNA, que oferece todas as funcionalidades acima descritas. (maiores informações no site www.creativebizz.com).

Após o envio, acompanhe os resultados

Não adianta atirar no escuro. Após o envio do e-mail marketing, e com a ajuda do software adequado, você deve medir os resultados da sua campanha. Além das estatísticas fornecidas pelo programa de envio, o seu departamento comercial deve perguntar aos clientes como eles chegaram até a sua empresa ou souberam da oferta de determinado produto ou serviço. Uma boa experiência é você fazer uma campanha apenas usando e-mail marketing, sem utilizar outras mídias, para mensurar os resultados e a pertinência do meio.

Use com moderação

A última dica é usar o e-mail marketing com moderação. Não envie e-mails diariamente. As pessoas ficam incomodadas com isso. Tenha na cabeça um intervalo mínimo de 15 dias entre um envio e outro.

Espero que tenham gostado! Um abraço!

Visitem:
CreativeBizzCriação de sitescomércio eletrônicodesenvolvimento webweb designcomunicaçãomarketing promocionalassessoria de imprensaCuritibaBrasil





E-mail marketing – HP com rebate

20 02 2008

Rebate HP