A importância da marca

24 01 2009

Com o objetivo de facilitar o entendimento, utilizarei neste artigo o termo marca para designar o nome da empresa e o termo  logotipo para designar somente a parte gráfica da marca, muito embora existam inúmeras discussões a respeito do uso correto destas nomenclaturas.

Vivemos uma época de mudanças constantes e cada vez mais rápidas. Fusões, aquisições e falências de empresas acontecem da noite para o dia, transparecendo que tudo o que parece sólido e certo hoje pode “virar pó” amanhã (expressão esta muito utilizada no mercado financeiro por quem opera opções e vê seu patrimônio investido ruir em pouquíssimo tempo).

No meio de tudo isso, o que sobra? Pesquisas como a da consultoria inglesa Brand Finance demonstram que o valor da marca de gigantes como Coca-Cola e Microsoft valem bilhões de dólares e que, em muitos casos, superam o valor da própria empresa. Daí aparece a importância de ter profissionais focados em manter a marca de uma empresa sempre “saudável”. Os designers sabem (ou deveriam saber) que a primeira forma de percepção da marca é através do logotipo da empresa. Ele é responsável por transmitir graficamente os valores, a qualidade dos produtos/serviços e o compromisso da empresa com os seus clientes.

Já a empresa deve ter preocupação redobrada com a sua imagem corporativa. Neste sentido, deve assumir posturas distintas, de acordo com o seu público. Por exemplo, se o seu objetivo é vender produtos e serviços tipicamente brasileiros, deve pensar em uma marca e logotipo que remetam a esta característica. Para alcançá-los, é importante contratar um bom profissional, de preferência um designer gráfico ou um escritório de design.

Já tenho uma empresa estabelecida e acho o meu logotipo inadequado. O que devo fazer?

O redesign do logotipo aparece como uma iniciativa interessante e cada vez mais utilizada por agências de publicidade e escritórios de design, com a intenção de renovar a imagem da empresa. Porém, esta pode ser uma iniciativa perigosa, caso não seja utilizada com critérios. Cada situação deve ser avaliada individualmente.

Antes de propor um possível redesign, o profissional responsável deve perceber se existem outras ações que possam ser tomadas, para resolver o problema de comunicação da empresa. Junto com o empresário, ele deve refletir sobre quais são os valores que a empresa quer transmitir através do logotipo e, com uma pesquisa de opinião junto aos clientes e fornecedores, verificar se estes valores estão sendo percebidos da forma esperada. Caso o resultado não seja satisfatório, daí sim deve-se pensar na mudança.

Porém, existem outras ocasiões nas quais é necessário o redesign do logotipo. Recentemente, a Companhia Vale do Rio Doce, com o objetivo de consolidar o seu posicionamento como uma empresa de mineração global e desvincular a sua imagem da antiga empresa estatal, adotou um novo logotipo e passou a usar somente o nome VALE. O investimento estimado para o desenvolvimento do projeto e criação de campanhas publicitárias para apresentar a nova identidade visual é de US$ 59 milhões.

Logotipo Antigo

Logotipo antigo

Logotipo Novo

Logotipo Novo

Este é um caso que exemplifica uma mudança que se mostrou necessária, de acordo com um novo rumo almejado pela empresa.

Concluindo, a dica é ficar sempre atento e, na hora que achar necessária uma mudança da imagem corporativa, procurar um profissional que consiga realizá-la com competência e foco em resultados. O resultado, com certeza, aparecerá com o aumento de faturamento, a satisfação dos clientes e a consolidação da marca da empresa no ramo onde ela atua.

Espero que tenham gostado! Um abraço!

Visitem:

CreativeBizz – Comunicação – Web Design – Assessoria de Imprensa – Marketing Promocional – Curitiba – PR

Anúncios




Marcas

13 11 2007

Estas são algumas marcas que desenvolvi ao longo dos meus 5 anos de profissão.

marcas.gif