E-mail marketing – Um guia básico

24 01 2009

Hoje vou falar de um meio odiado por muitos, mas que, se usado corretamente e com consciência, pode ser uma forma eficiente e barata para comunicar e fidelizar os seus clientes. O e-mail marketing pode ser utilizado para divulgar ofertas e lançamentos de produtos e serviços, para envio de notícias e comunicados, relacionamento com investidores e também para fazer o tão criticado spam, que se caracteriza pelo envio em massa de mensagem eletrônica não autorizada, contendo normalmente publicidade de caráter apelativo.

Para você acertar no envio da sua comunicação por e-mail, escrevo abaixo um guia básico do assunto.

Como começo?

Para utilizar o e-mail marketing de forma correta e sem que se caracterize como spam, o primeiro passo deve ser criar previamente uma base de endereços eletrônicos. Você pode fazer isso entrando em contato direto com seus clientes e pedindo autorização para incluí-los em sua base ou disponibilizando um formulário para preenchimento dos interessados no site da sua empresa.

Também é importante você classificar os seus contatos, filtrando-os por idade, sexo, interesses (preenchidos previamente no formulário), ou qualquer outro filtro que achar relevante, de acordo com a área de atuação da sua empresa. Assim, fica muito mais fácil atingir o público certo, com um custo menor.

Por exemplo, não adianta você enviar um e-mail marketing oferecendo equipamentos odontológicos para pessoas que não sejam dentistas, ou livros jurídicos para pessoas que não sejam advogados ou estudantes de direito. Da mesma forma, nunca compre aqueles CDs prometendo milhões de endereços de e-mail, pois você estará dando tiros no escuro. Vai enviar uma mensagem para milhões de pessoas que não vão querer comprar o que você está oferecendo.

Montei minha base de e-mails. E agora?

Agora, entra um processo importantíssimo para o sucesso da sua campanha: a criação do e-mail marketing. Você mesmo pode criá-lo, mas eu recomendo que contrate um profissional ou empresa especializada que tenham experiência e know-how para pensar em uma abordagem inteligente, criativa e com um objetivo claro e tangível.
A pessoa deve abrir o e-mail e se encantar com a sua oferta. Também deve ser motivada a pedir mais informações sobre o seu produto/serviço ou a entrar diretamente no site e adquiri-lo. No caso de um e-mail informativo ou com notícias, o conteúdo escrito também é importantíssimo, para gerar interesse nos assuntos ali abordados.

Outros detalhes imprescindíveis são:

• o título do e-mail marketing deve ser adequado e atrativo;
• possuir link para que a pessoa possa visualizar o seu e-mail marketing na internet (alguns servidores de e-mail não suportam html);
• possuir um link de optout (opção de descadastramento);
• colocar e-mail de resposta válido (se você envia o e-mail deve possibilitar que a pessoa responda este e-mail).

O envio

De nada adianta você ter uma boa base de e-mails e um layout maravilhoso, se não possuir um sistema adequado de envio, que utilize aquelas informações que você cadastrou previamente (idade, sexo, interesses) para filtrar o envio para as pessoas certas e que, após o envio do e-mail, mostre estatísticas detalhadas de quantas pessoas abriram a mensagem. Quem clicou nos links, em qual link clicou, quantas pessoas encaminharam o seu e-mail, quantos e-mails voltaram… Enfim, as possibilidades são muitas.

Softwares de uso pessoal, como Outlook Express, Eudora, entre outros, não são adequados para o envio de e-mail marketing. Para isso, recomendo um software profissional, como o AKNA, que oferece todas as funcionalidades acima descritas. (maiores informações no site www.creativebizz.com).

Após o envio, acompanhe os resultados

Não adianta atirar no escuro. Após o envio do e-mail marketing, e com a ajuda do software adequado, você deve medir os resultados da sua campanha. Além das estatísticas fornecidas pelo programa de envio, o seu departamento comercial deve perguntar aos clientes como eles chegaram até a sua empresa ou souberam da oferta de determinado produto ou serviço. Uma boa experiência é você fazer uma campanha apenas usando e-mail marketing, sem utilizar outras mídias, para mensurar os resultados e a pertinência do meio.

Use com moderação

A última dica é usar o e-mail marketing com moderação. Não envie e-mails diariamente. As pessoas ficam incomodadas com isso. Tenha na cabeça um intervalo mínimo de 15 dias entre um envio e outro.

Espero que tenham gostado! Um abraço!

Visitem:
CreativeBizzCriação de sitescomércio eletrônicodesenvolvimento webweb designcomunicaçãomarketing promocionalassessoria de imprensaCuritibaBrasil

Anúncios




A importância da marca

24 01 2009

Com o objetivo de facilitar o entendimento, utilizarei neste artigo o termo marca para designar o nome da empresa e o termo  logotipo para designar somente a parte gráfica da marca, muito embora existam inúmeras discussões a respeito do uso correto destas nomenclaturas.

Vivemos uma época de mudanças constantes e cada vez mais rápidas. Fusões, aquisições e falências de empresas acontecem da noite para o dia, transparecendo que tudo o que parece sólido e certo hoje pode “virar pó” amanhã (expressão esta muito utilizada no mercado financeiro por quem opera opções e vê seu patrimônio investido ruir em pouquíssimo tempo).

No meio de tudo isso, o que sobra? Pesquisas como a da consultoria inglesa Brand Finance demonstram que o valor da marca de gigantes como Coca-Cola e Microsoft valem bilhões de dólares e que, em muitos casos, superam o valor da própria empresa. Daí aparece a importância de ter profissionais focados em manter a marca de uma empresa sempre “saudável”. Os designers sabem (ou deveriam saber) que a primeira forma de percepção da marca é através do logotipo da empresa. Ele é responsável por transmitir graficamente os valores, a qualidade dos produtos/serviços e o compromisso da empresa com os seus clientes.

Já a empresa deve ter preocupação redobrada com a sua imagem corporativa. Neste sentido, deve assumir posturas distintas, de acordo com o seu público. Por exemplo, se o seu objetivo é vender produtos e serviços tipicamente brasileiros, deve pensar em uma marca e logotipo que remetam a esta característica. Para alcançá-los, é importante contratar um bom profissional, de preferência um designer gráfico ou um escritório de design.

Já tenho uma empresa estabelecida e acho o meu logotipo inadequado. O que devo fazer?

O redesign do logotipo aparece como uma iniciativa interessante e cada vez mais utilizada por agências de publicidade e escritórios de design, com a intenção de renovar a imagem da empresa. Porém, esta pode ser uma iniciativa perigosa, caso não seja utilizada com critérios. Cada situação deve ser avaliada individualmente.

Antes de propor um possível redesign, o profissional responsável deve perceber se existem outras ações que possam ser tomadas, para resolver o problema de comunicação da empresa. Junto com o empresário, ele deve refletir sobre quais são os valores que a empresa quer transmitir através do logotipo e, com uma pesquisa de opinião junto aos clientes e fornecedores, verificar se estes valores estão sendo percebidos da forma esperada. Caso o resultado não seja satisfatório, daí sim deve-se pensar na mudança.

Porém, existem outras ocasiões nas quais é necessário o redesign do logotipo. Recentemente, a Companhia Vale do Rio Doce, com o objetivo de consolidar o seu posicionamento como uma empresa de mineração global e desvincular a sua imagem da antiga empresa estatal, adotou um novo logotipo e passou a usar somente o nome VALE. O investimento estimado para o desenvolvimento do projeto e criação de campanhas publicitárias para apresentar a nova identidade visual é de US$ 59 milhões.

Logotipo Antigo

Logotipo antigo

Logotipo Novo

Logotipo Novo

Este é um caso que exemplifica uma mudança que se mostrou necessária, de acordo com um novo rumo almejado pela empresa.

Concluindo, a dica é ficar sempre atento e, na hora que achar necessária uma mudança da imagem corporativa, procurar um profissional que consiga realizá-la com competência e foco em resultados. O resultado, com certeza, aparecerá com o aumento de faturamento, a satisfação dos clientes e a consolidação da marca da empresa no ramo onde ela atua.

Espero que tenham gostado! Um abraço!

Visitem:

CreativeBizz – Comunicação – Web Design – Assessoria de Imprensa – Marketing Promocional – Curitiba – PR





E-mail marketing – HP com rebate

20 02 2008

Rebate HP





Farma Espana

20 02 2008

Resgatando alguns trabalhos do tempo de faculdade, encontrei essa fonte desenvolvida em um trabalho de intercâmbio com alunos do Istituto Europeo Di Design (Espanha). O resultado final é uma fonte display baseada no letreiro de uma antiga fachada de uma farmácia na cidade de Barcelona.

Fonte Farma Espana





Anúncio – Revista Information Week

3 12 2007

Empresa: IDDÉIA

Anúncio IW





Urupety na Folha de S. Paulo

17 11 2007

Trabalho de graduação citado na matéria sobre a 8ª Bienal Brasileira de Design Gráfico da Folha de S. Paulo (20/06/06)

folha_sp.jpg





8ª Bienal Brasileira de Design Gráfico

17 11 2007

Trabalho de graduação selecionado para a 8ª Bienal Brasileira de Design Gráfico, evento promovido pela ADG e considerado o mais importante do Design Gráfico Brasileiro (2006). O projeto entitulado “Tipografia Rupestre” consistiu na criação de duas fontes com base nas pinturas rupestres existentes na região dos Campos Gerais, situada no estado do Paraná, sendo uma fonte display e uma dingbats. Este trabalho pode ser visto no catálogo da bienal vendido pela ADG.

Autores: Carlos Henrique Muller e Edson Marques Jr.

Ano: 2005

urupety_dingbats.gif

Urupety Normal

Fotos da Bienal:

bienal.jpg

bienal2.jpg

Exposição virtual: http://www.anhembi.br/8bienaladg/